Tilera lança chips série Gx-3000, com até 100 núcleos, voltados a data centers

Enquanto a Intel testa seus 50 núcleos, outras estão chegando aos 100. ATilera revelou oficialmente uma nova linha de processadores multinucleares otimizados para data centers, em especial os que prestam serviços de Internet. Os chips TILE Gx-3000 são voltados para empresas que customizam a infraestrutura de seus data centers, focando na implementação de aplicativos através de milhares de servidores, como o Google, Facebook e Zynga.

Voltado no baixo consumo e “nos desafios de empresas baseadas na Web”, a Tilera afirma que seus novos processadores de 64 bits podem unir até 100 núcleos em um único encapsulamento, oferecendo melhor eficiência em consumo de energia que os atuais chips x86, segundo a empresa, ainda tendo mais músculos que a próxima geração de rivais baseados em chips Atom e ARM. Os chips ainda incluem controladores PCIe, de memória, e Ethernet.

Diagrama dos novos Tilera TILE Gx 3000

Sem citar nomes, a Tilera afirma que a família TILE Gx-3000 foi desenvolvida em conjunto com as maiores marcas da Internet, no decorrer dos últimos dois anos. A Tilera diz que cada núcleo do Gx 3000, que roda a 1,5 GHz, consome menos de 0,5 Watts. Um rack completo de servidores baseados nesta solução da Tilera requer somente 8 Quilowatts de energia, segundo a empresa, oferecendo significantes melhorias na relação performance por watt.

A série TILE Gx-3000 inclui três processadores, que atingirão diferentes segmentos de mercado. Os sistemas de 36 núcleos substituirão servidores single socket; os de 64 núcleos, os dual sockets, e os sistemas de 100 núcleos substituirão os servidores quad sockets. A Tilera alega que os novos chips estarão disponíveis para amostragem no próximo mês.

O modelo de 36 núcleos, o Gx3036, possui 12 MB de cache e 20 Watts de consumo, e estará disponível no terceiro trimestre deste ano; já o Gx3064, de 64 núcleos, tem 20 MB de cache e 35 Watts de consumo; e o Gx3100, de 100 núcleos, oferece 32 MB de cache e 48 Watts de TDP. Estes dois últimos serão comercializados no primeiro trimestre de 2012.

Os novos chips são baseados na técnica de fabricação de 40 nm, mas a Tilera já está iniciando o desenvolvimento da sua próxima geração de chips, a Stratton, que será baseada na técnica de 28 nanômetros (reduzindo ainda mais o consumo), e que poderá ter até 200 núcleos.

Fonte: Hardware.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s