Lançado Google Chrome 11 estável, com entrada de voz em HTML

Nessa semana o Google lançou a versão 11 do Chrome. Logo de cara uma grande mudança é o logotipo, que muitos já conheciam do Chromium e das versões em desenvolvimento:

Novo logo do Chrome

O logo ficou mais plano, inclusive tem recebido diversas críticas já que muitos acharam o anterior melhor.

Mas por trás do rostinho estão as grandes mudanças. Bem, nesse caso não são “as grandes” mudanças e sim “a grande mudança”. Há avanços de velocidade na execução de scripts, correções de bugs diversos, etc, mas não muita coisa tão diferente, a não ser por um recurso.

A grande novidade mesmo fica por conta do recurso de captura de voz (áudio, mais precisamente) em HTML. Usando novos rascunhos do HTML (que um dia serão padrões) os sites podem pegar a voz do usuário sem precisar de plugins, como muitos faziam com o Flash.

Como era de se esperar, o recurso é novo e deve demorar para que os desenvolvedores o aproveitem, além da falta do suporte nos outros navegadores por enquanto.

Para dar um ‘up’ logo de cara o Google atualizou seu serviço de tradução automática: agora dá para entrar texto no Google Translate falando ao microfone. Por enquanto apenas em inglês, ou seja, o campo “traduzir do” deverá estar listando “inglês”.

Entrada de voz em HTML no Chrome 11

Um resultado interessante é que dá para ouvir o resultado traduzido em vários idiomas… Tudo isso sem precisar de plugins, já que as APIs propostas são para o HTML.

Ainda foi destacado o site chromeexperiments.com, com vários exemplos usando HTML 5, CSS 3 e novos recursos da web.

Se ainda não tiver sido atualizado automaticamente, o Chrome pode ser atualizado indo no menu da chave > Sobre o Google Chrome.

Como de praxe, ao ser lançada uma nova versão o trabalho nas versões “dev” continua. No canal dev foi adicionada uma opção para remover arquivos temporários dos plugins, como o Flash. Ao limpar os arquivos temporários do navegador muitas vezes um pouco de “lixo” continua no computador, lixo esse que pode conter informações sensíveis para a privacidade.

Limpar dados de plugins no Chrome 13

A nova tela pode ser chamada digitando chrome://settings/clearBrowserData na barra de endereços da versão dev. Uma boa forma de rodar a última versão em desenvolvimento lado a lado com a estável é usar o Canary Build – ou então baixar um snapshot diário do Chromium de vez em quando; vejacomo obter todas as versões do Chrome.

O trabalho para limpar dados de plugins pela interface do navegador se deu em parceria com a Adobe, já grande amiga do Google desde a inclusão do Flash no Chrome. Como resultado a API criada poderá ser usada por outros plugins também, mas caberá aos desenvolvedores implementarem.

Fonte: Hardware.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s